Pós-Graduação em Comportamentos Aditivos e Dependências Químicas e Comportamentais:

Conceptualização, Avaliação e Intervenção.

 

Coordenador Científico da Pós-Graduação: Professor Doutor Jorge Negreiros

 

 

Objectivos:

 

Ministrar conhecimentos necessários ao diagnóstico, classificação, avaliação e intervenção psicoterápica / psicofarmacológica / social / legal e criminal das dependências químicas e comportamentais.

 

Competências a Adquirir:

 

Formação científica rigorosa, actualizada e prática em toxicodependências e dependências comportamentais.
Competências de avaliação clínica e diagnóstico.
Competências técnicas específicas de intervenção.
Psicofarmacologia nas dependências (metadona; buprenorfina; naltrexona; entre outras)
Capacidade de avaliação dos resultados da intervenção.
Desenvolvimento de capacidade reflexiva crítica.

 

Metodologia de Ensino:

 

A formação será expositiva, com recurso a suporte audiovisual e participação activa do aluno. Versará a apresentação e discussão de temas específicos associados às dependências, psicoterapia cognitiva-comportamental, psicofarmacologia, intervenção social e enquadramento legal / criminal, bem como o apoio ao trabalho do discente.

 

Critérios de Avaliação:

 

 

Fundamentação:

 

Por se tratar de uma formação pós-graduada, que assume carácter profissionalizante, visando a prática profissional no âmbito da Psicologia, Psiquiatria, Medicina Geral e Familiar, Enfermagem, Serviço Social, Criminologia e Direito, só é aceite a inscrição de licenciados (Pré-Bolonha) nos domínios acima mencionados, ou que façam prova de frequência de Mestrado Integrado. Esta opção justifica-se, no pressuposto que a formação em causa implica o domínio de conhecimentos específicos e um estudo avançado no domínio da saúde, só assim se garantindo uma máxima rentabilização dos conhecimentos ministrados na mesma.

 

Nos termos do disposto no artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, e tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico (Mestrado ou Doutoramento), os estabelecimentos de ensino superior poderão creditar ECTS, podendo constituir-se também numa valorização curricular na admissão a concursos públicos e privados.

 

1º Módulo:

O fenómeno das dependências: Aspectos históricos e sócio-culturais


2º Módulo:

Conceitos fundamentais nas dependências


3º Módulo:

Drogas de abuso - o discurso da biologia e das neurociências. Interpretação farmacogenómica


4º Módulo:

Consumo de substâncias psicoactivas – as “novas” e “velhas” drogas de abuso


5º Módulo:

Prevenção primária das toxicodependências


6º Módulo:

Psicodrama e comportamentos de risco


7º Módulo:

A síndrome de exaustão nos técnicos de saúde


8º Módulo:

Dependências: Factores de risco/ Factores de protecção


9º Módulo:

Família e Toxicodependência


10º Módulo:

Comorbilidade psicopatológica nas toxicodependências


11º Módulo:

Sexualidade e Toxicodependência


12º Módulo:

Dependências Comportamentais:Dependência do jogo / Dependência da internet / Dependência sexual


13º Módulo:

Infecções sexualmente transmissíveis


14º Módulo:

Territórios multiproblemáticos: infância e adolescência


15º Módulo:

Reinserção Social nas Toxicodependências


16º Módulo:

Evolução da legislação sobre substâncias ilícitas


17º Módulo:

Consumo de substâncias e intervenção juspsicológica: as Comissões para a Dissuasão da Toxicodependência numa perspectiva de avaliação psicoforense.


18º Módulo:

Redução de riscos e minimização de danos – avaliação e intervenção


19º Módulo:

Dopping no desporto


20º Módulo:

Dependência tabágica: Conceptualização; Avaliação e Intervenção


21º Módulo:

Morte, autópsia e toxicodependência


22º Módulo:

Toxicodependência em meio prisional


23º Módulo:

As estruturas de tratamento


24º Módulo:

Enfermagem e Toxicodependência


25º Módulo:

Dependência alcoólica: conceptualização, avaliação e intervenção


26º Módulo:

Psicoterapia comportamental-cognitiva nas dependências


27º Módulo (1) (2) (3) (4)*:

Psicofarmacologia nas toxicodependências - a desabituação em ambulatório ou internamento; cloridrato de metadona; buprenorfina; naltrexona, entre outros


28º Módulo (1) (2) (3) (4)*:

Estratégias de intervenção: a Entrevista Motivacional


29º Módulo:

Os meios de comunicação social e a gestão do fenómeno “dependências”


30º Módulo:

Comportamento amoroso, dependência do risco e adição


( 1), (2), (3), (4) A pós graduação conta com 200 horas de formação: 135 das quais comuns a todos os participantes + 10h de Especialização + 12h de Seminários de Desenvolvimento Pessoal + 43h de Trabalho Individual do Formando.

 

 

Seminários de Desenvolvimento Pessoal:

 

Seminário I

Discussão participada: “Os caminhos do adoecer psíquico no indivíduo desviante”

 

Seminário II

Discussão participada: "Somos todos criminosos?"

 

Seminário III

Discussão participada: “Intervenção Comunitária em territórios multiproblemáticos”

 

 

Corpo Docente:

 

Professor Doutor Cândido da Agra (*) - Cândido Mendes Martins da Agra é Licenciado (Licence Complémentaire, equivalente ao MA das Universidades Americanas) e Doutor pela Universidade de Lovaina (Bélgica). Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian para Estudos Pós-doutorais em Criminologia na Universidade de Montreal (Canadá). É Professor Catedrático e Director da Faculdade de Direito da Universidade do Porto, onde fundou e dirige a Escola de Criminologia. Tem, ainda, exercido funções de Professor Convidado, em vários anos lectivos, na École de Criminologie da Universidade de Montréal. Nesta mesma Universidade, é membro e fellow researcher no International Centre of Comparative Criminology (CICC). É membro da Direção Científica do Consórcio Europeu de Investigação sobre Crime e Justiça - Groupe Europeén des Recherches sur les Normativités (GERN) e da Société Internationale de Criminologie (SIC). Integra os conselhos de redação de revistas científicas internacionais de Criminologia tais como Déviance et Société, Drogues, Santé et Société e Revue de Criminologie et de Police Technique et Scientifique. Foi convidado, na qualidade de perito externo, para a avaliação dos Departamentos de Criminologia das Faculdades de Direito das Universidades de Bruxelas (ULB), Lovaina e Liège em 2008-2009 e Presidente da Comissão para avaliação dos Cursos do Ensino Superior de Ciências Forenses e Criminais para a Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) em 2011-2012. É membro do Júri Internacional para atribuição do Prémio de Criminologia “Prix F. Boulan” da Association Internationale des Criminologues de Langue Française (AICLF) e membro de Júris de concursos de professores em universidades estrangeiras.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Professor Doutor Carlos Poiares – Licenciado em Direito (Universidade de Lisboa, 1978); Doutorado em Psicologia (Universidade do Porto, 1996); Professor Catedrático da Faculdade de Psicologia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias; Director da Faculdade de Psicologia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias; Coordenador do 2º Ciclo em Psicologia Forense e da Exclusão Social daquela Faculdade; Professor Convidado das Faculdades de Economia e Direito da Universidade Nova de Lisboa; Director do Panóptico - Centro de Estudos de Psicologia Forense; Fundador da PSIJUS - Associação para a Intervenção Juspsicológica (2001), a cuja direcção preside; Autor de diversos trabalhos na área da Psicologia Criminal, da Justiça e da Exclusão Social; publicou dezenas de artigos e vários livros na área científica a que se dedica. Membro fundador da Sociedade Portuguesa de Ciências Psicológicas e do Comportamento Desviante (SP.CIP.COD).

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Professor Doutor Carlos Mota Cardoso - Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Especialista em Psiquiatria pela Ordem dos Médicos. Director do Hospital do Conde de Ferreira de 1984 a 1996. Mestre em Psicopatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Doutor em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Membro fundador da Sociedade Portuguesa de Ciências Psicológicas e do Comportamento Desviante (SP.CIP.COD). Autor de obras e de publicações várias em revistas com arbitragem científica e comunicações apresentadas em congressos nacionais e internacionais.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Professor Doutor Jorge Negreiros - Doutorado em Psicologia, especialidade em Saúde Mental (Universidade do Porto). Professor catedrático na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, onde lecciona a Disciplina de Modelos de Intervenção no Comportamento Desviante, dirige Seminários e faz supervisão de estágios. Co-responsável pelo Mestrado em Psicologia do Comportamento Desviante - Violência, crime e vítimas. Actualmente, Presidente do Concelho de Representantes nesta mesma Faculdade. Autor de artigos, obras e publicações várias nas suas principais áreas de investigação, que compreendem: prevenção do abuso de drogas; consumo problemático de drogas; comportamentos anti-sociais e delinquência.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Professora Doutora Laura Nunes – Licenciada em Psicologia (Ramo Psicologia Clínica) pela Universidade Fernando Pessoa, onde se encontra a desenvolver o seu doutoramento em Psicologia, na linha de investigação da Delinquência, mais precisamente, sobre a co-existência de consumo de drogas e de práticas criminosas.
É assistente estagiária na Universidade Fernando Pessoa, onde lecciona as disciplinas de Avaliação Psicológica da Criança e do Adolescente, Neuropsicologia e Psicofisiologia (Licenciatura em Psicologia), bem como as disciplinas de Perspectivas Psicológicas do Crime (Licenciatura em Criminologia), Psicologia Aplicada (Licenciatura em Enfermagem) e Psicopatologia Aplicada (Licenciatura em Terapêutica da Fala). Anteriormente, leccionou as disciplinas de Psicopatologia da Criança e do Adolescente (Licenciatura em Psicologia) e Psicologia Geral (Licenciatura em Criminologia). Apresenta experiência clínica com crianças e adultos em prática privada, estando, também, a colaborar com a Clínica Pedagógica de Psicologia da Universidade Fernando Pessoa. Autora de vários textos publicados em revistas científicas, e de comunicações apresentadas em congressos nacionais e internacionais, bem como de um manual sobre a problemática da adicção às drogas, tendo um livro sobre comportamentos criminosos no prelo.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Professora Doutora Lígia Ferros - Licenciada e Doutorada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCE-UP); Professora Auxiliar no Instituto de Psicologia e Ciências da Educação e na Faculdade de Direito da Universidade Lusíada do Porto (ULP); Regente das cadeiras de Psicopatologia (Licenciatura em Psicologia); Psicopatologia da Criança e do Adolescente (Mestrado em Psicologia Clínica), Psicopatologia do Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Mestrado em Psicologia da Educação); Toxicodependência e Criminalidade e Psicopatologia criminal (Licenciatura em Criminologia). Membro dos Conselhos Científico e Escolar da ULP. Arguente de várias teses. Directora do Instituto Português de Psicologia. Psicóloga, especialista em Psicologia Clínica, a exercer funções no Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT); Orientadora de estágios do Ramo de Psicologia Clínica (Área Comportamental-Cognitiva). Actividade clínica com adolescentes e adultos em prática privada. Coordenadora de Cursos Pós Graduação em Psicoterapias Cognitivo-Comportamentais; Psicopatologia da Criança e do Adolescente e Dependências Químicas e Comportamentais. Formação em Terapia Familiar Sistémica e Sexologia Clínica. Autora de textos vários publicados em revistas nacionais e internacionais. Sócia da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar e da Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica. Investigadora no Centro de Investigação em Psicologia do Comportamento Desviante e Saúde da FPCE – Universidade do Porto. Membro fundador da Sociedade Portuguesa de Ciências Psicológicas e do Comportamento Desviante (SP.CIP.COD).

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Professor Doutor Machado Caetano – Licenciado e Doutorado em Medicina, na Faculdade de Medicina de Lisboa, tendo realizado a Agregação em Medicina Interna em 1974 e obtido a Cátedra de Imunologia em 1978. Nesse ano criou o primeiro Laboratório Universitário de Imunologia na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, bem como o primeiro Centro de Histocompatibilidade. Foi fundador e 1º Presidente da Sociedade Portuguesa de Imunologia e da Associação Lusotransplante. Representou Portugal no AIDS Research Party do Concelho da Europa e foi Vice-Presidente da Sociedade Europeia de Imunogenética. Foi membro da Comissão Nacional de Diálise e Transplantação, membro do Grupo de Trabalho da Sida e Coordenador Nacional em 1992. Foi Fundador e Presidente da Fundação Portuguesa A Comunidade Contra a Sida, sendo actualmente o seu Presidente Honorário. Foi fundador da Associação Sida – Net, onde é actualmente Presidente da Assembleia Geral. É representante do Concelho de Reitores no Concelho Nacional de Luta Contra a Droga e Toxicodependência e membro do Concelho Superior do ISPA – Instituto Superior de Psicologia Aplicada. Tem um vasto currículo de Publicações Científicas incluindo 2 livros de Medicina. Recebeu 2 condecorações da Cruz Vermelha Portuguesa pela sua actividade em prol da Transplantação, e em 1993, foi agraciado pelo Senhor Presidente da República com o Grau de Grande Oficial da Ordem de Santiago e Espada pela sua actividade em prol das Ciências Médicas.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Professora Doutora Manuela Grazina – Licenciada em Bioquímica pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra; Mestre em Biologia Molecular pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, com tese intitulada: “Genetic Studies in Schizophrenia and Bipolar Disorder”; Pós-Graduada em Biomedicina pela Faculdade de Medicina de Coimbra (FMUC); Doutorada em Ciências Biomédicas (FMUC); Docente na FMUC; Docente convidada da Universidade do Algarve; Investigadora no Laboratório de Genética Biomédica – Centro de Neurociências e Biologia Celular, Universidade de Coimbra; Orientadora, Co-orientadora e Júri de várias teses de Mestrado e Doutoramento; Docente convidada em várias Universidades nacionais e internacionais; realizou vários estágios científicos internacionais; tem publicados diversos capítulos de livros, bem como artigos em revistas de circulação nacional e internacional, com arbitragem científica. Agraciada com vários prémios científicos, dos quais se destaca a Bolsa de Estudo em Envelhecimento Cerebral e Doença de Alzheimer, pela Sociedade Portuguesa de Neurociências (SPN) e Laboratórios Pfizer em 2000.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Professor Doutor Marcos Taipa Ribeiro - Licenciado em Serviço Social pelo ISSSP; Mestre em Psicologia do Comportamento Desviante pela FPCEUP; Pós Graduação em Reinserção Social pela Universidade Internacional da Figueira da Foz; Doutorado em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto; Professor Assistente no ISSSP; Anteriormente assistente Social no IDT; Técnico Superior de Reeducação no EPPF; Experiência Profissional no âmbito da intervenção comunitária junto de populações excluídas, no âmbito da prevenção das toxicodependências, do tratamento e Reinserção Social; Vários artigos publicados em revistas com arbitragem científica.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Professora Doutora Marta Pinto – Licenciada em Psicologia pela FFPCE – UP; Doutorada em Psicologia pela FPCE – UP; Docente de Psicologia na FPCE – UP onde Lecciona as disciplinas “Sistema Social e Comportamento Desviante”, “Teorias do Controlo Social”; “Intervenção nos Comportamentos Anti-sociais e Delinquentes”, “Intervenção Social e Redução de Riscos”.; Doze anos de experiência na intervenção junto de públicos vulneráveis como utilizadores de drogas e trabalhadores sexuais no âmbito da psicologia comunitária, clínica e também no âmbito da redução de riscos associados ao uso de drogas e à sexualidade; Representante nacional, nos últimos quatro anos, na rede internacional de investigação e intervenção na área da exclusão social – Correlation Network; Pertence ao Comité de organização das CLAT (Conferências Latinas de Redução de Riscos) desde há cinco anos; Representante e coordenadora nacional do projecto europeu de investigação Rezolat; Supervisora, desde há seis anos, de equipas de redução de riscos associados ao uso de drogas; Investigadora.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Mestre Santos Silva – Licenciado em Medicina e Mestre em Psiquiatria e Saúde Mental pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto; Competência em Gestão de Unidades de Saúde pela Ordem dos Médicos; Chefe de Serviço da Carreira Médica Hospitalar na área profissional de Psiquiatria. Iniciou funções no Centro de Atendimento a Toxicodependentes (C.A.T.) da Boavista em 04 de Dezembro de 1995, como responsável por uma das equipas transdisciplinares daquele Centro. Participou no Projecto “Há Porto Contigo” (vulgarmente conhecido como “projecto dos arrumadores de automóveis”), integrando a equipa do Serviço de Prevenção e Tratamento da Toxicodependência (S.P.T.T.). Assumiu as funções de Coordenador do Centro de Atendimento a Toxicodependentes (CAT) de Guimarães em 05 de Maio de 1999, tendo sido nomeado seu Director a 27 de Junho de 2001, funções em que se manteve até assumir as actuais responsabilidades de Subdelegado na Delegação Regional do Norte do IDT, IP, em 11 de Outubro de 2006.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Dr. Adelino Vale Ferreira – Psicólogo Clínico; Psicoterapeuta; Delegado Regional do Norte do Instituto da Droga e da Toxicodependência, I.P. do Ministério da Saúde; exerceu funções numa unidade de internamento psiquiátrico do Hospital Conde de Ferreira de 1981 até 1989; Vogal da Comissão Instaladora do Centro de Apoio a Toxicodependentes da Cedofeita (Porto) dee 1989 a 1995; Coordenador do Centro de Informação e Acolhimento Norte(CIAC - NORTE) de 1995 a 2003, incluindo a sua criação, serviço orientado para a Prevenção Primária da Toxicodependência, para a Formação de Técnicos, para a supervisão técnica de projectos, para a consulta de Famílias e para a consulta de Adolescentes, da Direcção Regional do Norte do Serviço de Prevenção e Tratamento da Toxicodependência do Ministério da Saúde, agora designado Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT); Director da Unidade de Prevenção do Porto Sul do Instituto da Droga e da Toxicodependência do Ministério da Saúde, de 2004 a 2006; Membro da direcção da Associação Nacional de Intervenientes em Toxicodependência - ANIT / PORTUGAL, de 1992 a 1999; Membro do Conselho Redactorial da revista "TOXICODEPENDÊNCIA(S)", publicação da responsabilidade do S.P.T.T./Ministério da Saúde, desde a sua criação em 1993 até 1996; Participação em trabalhos científicos desenvolvidos pelo Observatório Vida; Participação, em representação de Portugal, no grupo de trabalho da Federação Europeia de Intervenientes em Toxicodependência (ERIT) que elaborou as recomendações técnicas para serviços orientados para adolescentes não consumidores de drogas; Responsável pelo Módulo de Formação em Prevenção Primária da Toxicodependência no curso de Formação em Prevenção das Toxicodependências, promovida pelo SPTT-Ministério da Saúde; Membro da Comissão portuguesa organizadora da III Semana Europeia de Prevenção das Toxicodependências (16 a 22 de Nov. de 1998).

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Dra. Agostinha Mendes – Licenciada em Serviço Social pelo Instituto Superior de Serviço Social do Porto. Tem Formação Profissional em: Desenvolvimento Social Planificação da Intervenção/Desenvolvimento Social Local; Formação Contínua em Serviço Social; Qualidade de Intervenção Social; Atendimento Integrado; Formação Permanente Prevenção das Toxicodependências; Modelos e Práticas no Tratamento em Toxicodependência; Políticas e Medidas de Reinserção Social em Toxicodependências. Já exerceu funções no Instituto de Segurança Social do Porto e numa Autarquia. Exerce actualmente funções no IDT; Orientadora de estágios de Serviço Social.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Mestre Manuela Brito – Licenciada em psicologia pela FPCE UP; Psicóloga clínica; Mestre em consulta psicológica pela FPCE UP; Sexóloga clínica pela SPSC; Curso básico de direito no domínio da prova; Curso básico de ciências laboratoriais forenses; Curso básico de criminologia. Exerce funções desde 1989 no IDT, IP. Psicóloga na valência de tabagismo na ET de Matosinhos do CRI Porto Ocidental; Coordenadora do G - ICE (gabinete de integração e coordenação de estágios) da DRN do IDT.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Mestre Agostinho Silvestre - Licenciado em Serviço Social pelo Instituto Superior de Serviço Social do Porto; Mestre e Doutorando em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Diretor da ADILO - Agência de Desenvolvimento Integrado de Lordelo do Ouro. Diretor Executivo de planeamento, execução e gestão de vários projectos de intervenção comunitária. Presidente da NORTE VIDA - Associação para a Promoção da Saúde. Investigador na área da Psicologia do Comportamento Desviante. Autor de textos e publicações várias nas áreas da Toxicodependência, Trabalho e Marginalidade.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Mestre Ana Paula Sousa – Licenciada em Psicologia, área do comportamento desviante (F.P.C.E.U.P.); Pós-graduadada em “Manuais de Tratamento Comportamental e Cognitivo para Perturbações do Adulto” (UCAE); Mestre em Psicologia, área de especialização em Psicologia Escolar (IEC - UM); anteriormente Psicóloga no Centro de Atendimento a Toxicodependentes da Boavista e de Matosinhos e docente de "Dependências Químicas" no Curso de Psicologia da Universidade Lusíada do Porto; foi Psicóloga no Colégio Corpus Christi do Instituto de Reinserção Social, e Psicóloga de apoio ao Gabinete de Psicologia e Orientação Vocacional de uma E.B. 2/3 onde se assinala a implementação de programas de Orientação Vocacional, de promoção de Competências de Estudo e de Educação para a Saúde; Experiência como formadora na área do Atendimento a Jovens na Associação para o Planeamento da Família; actualmente exerce funções de Psicóloga Clínica no Centro de Saúde de Santa Maria da Feira.

(Nota curricular composta)

 

Dr. João Lázaro – Psicólogo Clínico Licenciado pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra; Director Clínico; Supervisor Clínico do IDT (Delegação Regional do IDT Alentejo); Formador Especialista na Área de Prevenção de Comportamentos Desviantes; Director Artístico do TE-ATO (Grupo-Teatro de Leiria); Autor

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Dr. Raul Melo – Psicólogo Clínico do quadro do Instituto da Droga e Toxicodependência (IDT) do Ministério da Saúde, desde 1987. Licenciado e doutorando pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa. Formação em Psicodrama pela Sociedade Portuguesa de Psicodrama e em Terapia Familiar pela Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar. Experiencia clínica na área da Toxicodependência entre 1987 e 2003 integrando a Equipa de Tratamento do Centro das Taipas. Desenvolve acção na área da prevenção desde 1993 tendo fundado a Associação ARISCO. No âmbito desta IPSS é autor dos projectos Prevenir em Colecção, Aventura na Cidade, Baralhações – um baralho de emoções entre outros. No âmbito do IDT é responsável pelo Projecto Eu e os Outros tendo coordenadenado o Grupo de Intervenção no Ensino Superior (GIES) até 2008. Membro do Conselho de Coordenação de Estágios da Carreira dos Técnicos Superiores de Saúde – Ramo Psicologia Clínica. Co-responsável em parceria com a Prof.ª Catalina Pestana, pelos módulos de “Intervenção com grupos de Risco”, ministrado no Mestrado de Condição Física e Saúde, da Faculdade de Motricidade Humana e pelo módulo “A Escola Saudável”, integrado no Programa do Mestrado em Saúde Escolar da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, bem como pelo módulo “Projectos de Prevenção” integrado no Mestrado em Comportamentos de Dependência e seus Tratamentos (1ª edição) da responsabilidade da mesma Faculdade. Desde 2003 até 2007, lecciona a disciplina de “Dinâmicas de Grupo” no ISAVE, ministrada aos alunos em formação complementar nas áreas de Enfermagem, Higiene Oral, Fisioterapia, Farmácia, Radiologia e Prótese Dentária.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Dr. Jorge Câmara - Medico Psiquiatra - Chefe de serviço do Ministério da Saúde; Membro da Direcção do Colégio de Especialidade de Psiquiatria da Ordem dos Médicos - triénio 2009-2012; Membro do Conselho Redactorial da Revista Toxicodependências; Psicanalista da Sociedade Portuguesa de Psicanálise; Psicodramatista da Sociedade Portuguesa de Psicodrama; Formação em Terapia Familiar Sistémica.

(Nota curricular composta)

 

Mestre Susana Cardoso – Licenciada em Psicologia pela FPCE – UP; Mestre em Psicologia pela FPCE – UP; Curso de Doctorado en Sexologia, realizado na Faculdade de Psicologia da Universidade de Salamanca; Formação como Directora de Psicodrama, pela Sociedade Portuguesa de Psicodrama; Formação em Terapia Familiar e Intervenção Sistémica pela Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar; Directora na Comunidade Terapêutica Ponte da Pedra e Psicóloga Clínica, da Carreira de Técnico Superior da Saúde - Assessora, na Comunidade Terapêutica Ponte da Pedra, instituição dependente do Instituto da Droga e da Toxicodependência/Ministério da Saúde; Docente no Instituto Superior de Serviço Social do Porto; Foi colaboradora regular da A.P.F. (Associação para o Planeamento da Família), quer ao nível da Educação Sexual para Jovens quer na Formação de Formadores.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Mestre Carla Carmezim Rocha - Doutoranda em Psicologia Clínica e Psicobiologia pela Universidade de Santiago de Compostela; Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade do Minho; Pós graduada em Psicoterapia Cognitiva Narrativa; Especialista de Psicologia Clínica pelo Ministério da Saúde a exercer funções no IDT e em clínica privada.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Mestre Helena Norte – Jornalista há 18 anos; Formação em História de Arte e Jornalismo; Licenciada em Psicologia pela ULP; Mestre em Psicologia pela ULP; Vasta experiência na cobertura noticiosa de temáticas Sociais e da Saúde, onde se incluem abordagens às questões das toxicodependências.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Mestre Sílvia Ribeiro - Mestre em Psicologia Clínica cognitivo-comportamental e sistémica, pela FPCE - Universidade de Coimbra; Docente da Universidade Lusíada do Porto; Pós-Graduada em Sexologia Clínica, pela Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica; Psicóloga especialista em Psicologia Clínica a desenvolver funções no IDT (Instituto da Droga e da Toxicodependência). Membro fundador da Sociedade Portuguesa de Ciências Psicológicas e do Comportamento Desviante (SP.CIP.COD).

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Enfº Supervisor Carlos Ferreira – Enfermeiro Supervisor na Delegação Regional Norte - Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT, IP.)

(Nota curricular composta)

 

Dr. João Paulo Albuquerque – Licenciado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa; Especialista em Psiquiatria e Saúde Mental desde 1997, com formação no hospital Júlio de Matos; Formação em Psicoterapia pela Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Breves de Orientação Dinâmica (formação teórica e supervisão); Assistente Hospitalar de Psiquiatria no Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital Dr. José M.ª Grande – Portalegre (DPSM) entre 1998 e 2008, onde, a par da actividade clínica base de consulta externa, apoio ao internamento de agudos e de evolução prolongada, e urgência psiquiátrica, desenvolve as seguintes actividades: orientação de grupo de psicoterapia semanal; consultadoria aos colegas de clínica geral e familiar dos Centros de Saúde do Distrito de Portalegre; supervisão aos técnicos do Gabinete Psicopedagógico do Instituto Politécnico de Portalegre; supervisão e acompanhamento de casos do “CAFAP – Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental”; apoio à Área de Atendimento Infanto-Juvenil do DPSM de Portalegre; Director Clínico do Centro de Recuperação D. Manuel Trindade Salgueiro, no Assumar – Monforte, desde 1998; Monitor de Anatomia na Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa em 19885/86 e 1986/87; Assistente de Anatomia e Fisiologia na Escola Superior de Enfermagem de Évora em 1990/91 e 1991/92; Assistente da disciplina de Patologia Psiquiátrica na Escola Superior de Saúde de Portalegre de 1996/1997 a 2000/2001; Formador na Pós-Graduação em “Estratégias e Intervenções em Situações de Crise e Emergência” da Escola Superior de Saúde de Portalegre; Personalidade Externa do Conselho de Representantes da Escola Superior de Educação de Portalegre desde 2009; Realiza formações regulares nas escolas e centros de saúde do Distrito de Portalegre desde 1998; Publicou artigos científicos vários na área da reabilitação e psiquiatria; Integrou a comissão organizadora de seis congressos de psiquiatria nacionais, e um de saúde escolar.

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Mestre Andreia de Moura – Mestre em Psicologia do Comportamento Desviante e da Justiça; Doutoranda pelo Centro de Investigação em Psicologia da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação - Universidade do Porto (FPCE-UP). Assumiu funções de coordenação de projecto de Prevenção Primária da Toxicodependência no âmbito do PORI - Plano Operacional de Respostas Integradas – IDT (Instituto da Droga e da Toxicodependência); Experiência clínica com crianças e jovens no âmbito do Instituto Português de Psicologia (InsPsic.) e do Gabinete de Apoio Psicossocial a Famílias (Instituição ADILO - Agência de Desenvolvimento Integrado de Lordelo do Ouro). De 2008 a 2010, experiência clínica no âmbito da intervenção comunitária e psicossocial em territórios psicotrópicos; moderação e formação de grupos de desenvolvimento. Formação na metodologia do Teatro do Oprimido; Orientação de estágios curriculares e de mestrado. Membro fundador da Sociedade Portuguesa de Ciências Psicológicas e do Comportamento Desviante (SP.CIP.COD).

(Nota curricular cedida pelo próprio)

 

Dr. Luís Patrício – Médico Psiquiatra; Chefe de Serviço; Co-fundador e Membro da Direcção do Centro das Taipas (Unidade Especializada no Tratamento de Toxicodependentes. Lisboa / Ministério da Saúde de Portugal (1987/1995) e Director de 1995 a 2008; Consultor em Toxicodependência no Ministério da Saúde (1987/89); Bolseiro do Grupo Pompidou no Centro Pierre Nicole – Paris (1989); Perito do Ministério da Saúde no Grupo Ad Hoc Toxicomania da Comissão Europeia (1990/1992); Representante do Ministério da Saúde no Grupos Observatório e participação no Saúde da Comissão Europeia. (1990/1992); Vogal da Comissão Instaladora do Serviço de Prevenção e Tratamento da Toxicodependência do Ministério da Saúde (1990 /94); Coordenador Nacional para a I Semana Europeia de Prevenção da Droga - U.E. 1991/92; Coordenador Nacional para a III Semana Europeia de Prevenção das Toxicodependências - U.E. 1997/1998; Representante Português do Ministério da Saúde – IDT, no Conselho Cientifico do Observatório Português da Droga e da Toxicomania (OEDT) 2006/2007; Coordenador Geral do Encontro das Taipas / Ministério da Saúde, no total de 21 organizações, 13 nacionais e 8 internacionais (1988/2008); Fundador da ONG, IPSS, Associação de Recuperação de Toxicodependentes Ares do Pinhal – 1986; Fundador da ONG, Associação Nacional de Intervenientes em Toxicodependência - ANIT Portugal (1989). Presidente de 1993 a 1997; Co-Fundador e Membro do Conselho Técnico e Cientifico de Associação T3E - Toxicomanie - Europe - Échanges – Études (1991). Correspondente em Portugal; Co-Fundador da Federação Europeia de Associações Nacionais de Intervenientes em Toxicodependência – ERIT (1992). Presidente eleito em 1998/9 e 1999/2000; Colaborador no Plano de Reconversão do Casal Ventoso – Lisboa -2000; Autor e proponente de Projectos de Redução de Riscos em Lisboa (2001/2002): Testing de Substâncias Sintéticas, Álcool/ Sopra o balão, Redução de riscos em Raves, Carrinha de prostituição, Arrumadores excluídos; Proponente da Operação Nez Rouge: Álcool – Redução de riscos e Prevenção na estrada. Mação (2000, 2003, 2004); Responsável técnico pela elaboração da proposta para a Lei de Redução de Riscos/Minimização de Danos, Decreto-Lei nº 183/2001; Consultor Técnico na organização do Programa de Ajuda à República de Cabo Verde/ País doador Luxemburgo (1997); Consultor da Secretaria Regional dos Assuntos Sociais – Governo Regional da R.A. Açores. (2003/2008). Responsável pelas acções de formação em prevenção e Tratamento/Reinserção; Colaborador da Fundación Iberoamericana de Estudios Jurídicos Sociales (FIBED) – Madrid – 2005- 2010; Formador em Prevenção e Tratamento/reinserção e Redução de Riscos -República de Cabo Verde (2009). Uso da Mala da Prevenção; Consultor/Formador em Prevenção de Drogas Sintéticas. Comunidade Andina de Nações – Junho 2009. Uso da Mala da Prevenção; Membro da Comissão Cientifica - EUROPAD – 2006/2010; Membro da Sociedade Cientifica Española de Estúdios sobre el Alcohol y las otras Toxicomanias – Socidrogalcohol; Galardoado com a Medalha de Prata de Serviços Distintos do Ministério da Saúde, 2008; Apresentou trabalhos, conferências em reuniões científicas e participou em grupos de trabalho em Portugal e no estrangeiro nomeadamente em Alemanha, Argélia, Áustria, Bélgica, Bolívia, Bulgária, Brasil, Cabo Verde, Colômbia, Dinamarca, Equador, Escócia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Holanda, Hungria, Inglaterra, Itália, Luxemburgo, Macau, Noruega, Peru, Republica Checa, Roménia, Suíça, Turquia, USA; Livros publicados: Os Profissionais de Saúde e a droga (Lisboa 1990 Colecção Projecto Vida – 10.000 exemplares); Droga de Vida, Vidas de Droga, Lisboa Livraria Bertrand 1995 –1ª, 2ª e 3ª Edição; Face à droga com Re(agir), Lisboa 1997– Ed. Olve, 8500 exemplares; Droga para que se saiba, Porto 2002 Livraria Figueirinhas – 3000 exemplares; Droga. Aprender para Prevenir, Lisboa 2006, Edição de Autor – 2500 exemplares; Tratamento da dependência de heroína. A manutenção opioide, Lisboa 2009 Edição de Autor, 1500 exemplares; Autor em programas de Áudio Visual: Programas de TV: Droga para que se saiba – serie 8 episódios x 25’ – T V Medicina – 2002; Droga: Educar para Prevenir – serie 12 episódios x 5’ – Rádio Televisão Portuguesa – RTP Açores – 2004; Filme DVD - Droga Riscos e dependências – 80’ – 2000 cópias – 2008; Rádio - Dependências , rubrica semanal à 4ª feira, na Rádio Difusão Portuguesa, RDP Antena Um, programa Causas Públicas –- 2007-2010; Autor da Mala da Prevenção do Mau Uso e Abuso de Substâncias Psicoactivas e de atitudes e comportamentos de risco (2003 - 2010), mala pedagógica apresentada em múltiplas organizações publicas e privadas e em diversos países. Modelos para Profissionais de Saúde. Profissionais de Ensino. Pais e Familiares.

(Nota curricular composta)

 

(*) A Confirmar

 

 

Número máximo de inscrições: 20

 

 

Propina*:

 

Taxa de Inscrição: 200€

+

Propina: 1.480 € (Regularizável em 12 prestações de 123.40€)

OU

 

Taxa de Inscrição: 200€

+

Propina: 1.480 € (Regularizável em 4 prestações de 370€)

(* Desconto de 10% para pronto pagamento do total da propina : 1512 €)

 

Ficha de Inscrição

 

Pagamentos (opções):

 

- Numerário
- Vale de Correio
- Cheque à ordem de SP.CIP.COD
- Transferência (NIB: 0033-0000-45417560773-05) - (o comprovativo de transferência deverá ser remetido via e-mail ou CTT).
(Nota: Só serão consideradas inscrições acompanhadas do respectivo pagamento ou comprovativo do mesmo).

 

Nos pagamentos por cheque, por favor, mencione o nome da pessoa inscrita, curso, local do curso e respectiva data.

Os cheques devem ser enviados por correio até um prazo máximo de 8 dias após a inscrição.

 

Documentação necessária para validação da candidatura

Ficha de inscrição disponível online;

CV;

Certificado de habilitações;

Fotocópia do BI / Cartão do Cidadão ou Passaporte;

NIF (Número de Identificação Fiscal);

Envio do comprovativo de pagamento da inscrição.

 

Critérios de selecção:

- Análise Curricular

 

 

Contactos

 

Sociedade Portuguesa de Ciências Psicológicas e do Comportamento Desviante
Rua de Santa Catarina, Nº 706, 2º Andar • 4000-446 Porto
Email: geral@spcipcod.pt
Telf: +351 220 934 050